25. fev, 2021

A entrevista

O que ela falou sobre o projeto: 

Apresento aqui o projeto desenvolvido por mim, relativo a uma disciplina que tenho denominada criatividade.
 
Nos dias de hoje, a saúde mental é um dos principais assuntos no meio da sociedade.
 
Muitas pessoas, por vezes, necessitam desabafar mas não tem coragem ou confiança suficiente em alguém para fazê-lo,mas guardar seus problemas para si próprio pode acarretar em muitos problemas de saúde, como por exemplo a ansiedade.
 
É aí que o projeto Your Safe Space entra. Traduzido do inglês “Seu espaço seguro”, o Your Safe Space nada mais é do que um formulário on line onde é possível desabafar, se expressar, “tirar o peso das costas” por forma de texto ou imagem.
 
A melhor parte do formulário on line é que a pessoa que estiver preenchendo o documento não precisa se identificar, isto é, é possível, de forma totalmente anônima, se expressar da forma que quiser no formulário.
 
 
É um espaço de livre acesso, então qualquer pessoa pode aceder ao formulário, independentemente da idade.
 
A única pessoa que terá acesso as respostas do formulário serei eu, e só terei acesso à aquelas respostas que optarem por serem contatadas! Assim, entrarei em contato com essas pessoas de forma a tentar ajudá-las e aconselhá-las da melhor maneira possível.
 
Mediante as circunstâncias e ao alcance que o formulário obtiver, pretendo mantê-lo por um bom tempo ainda funcionando.
 
Relembro que o formulário foi desenvolvido como um projeto e não há nenhum responsável da área da saúde envolvido no mesmo, por enquanto.
 
Na entrevista ,ela contou um pouco mais sobre a disciplina que cursa no ensino médio em Portugal e como ela desenvolveu o projeto:
 
1 Como é cursar a disciplina de criatividade e o que já aprendeu com ela?
 
Cursar criatividade me ajudou muito a conseguir falar melhor em público e a conseguir organizar as minhas ideias duma maneira melhor! Foi muito útil poder ter essa disciplina, mesmo que só por um semestre.
 
2 Qual foi sua primeira ideia para criar esta plataforma e quais foram seus primeiros objetivos com este trabalho?
 
A primeira ideia para o meu projeto era deixar uma caixinha na rua com papel e caneta para as pessoas preencherem com aquilo que precisassem tirar de dentro de si, pois eu acho que a saúde mental é um assunto que é preciso ser conversado. Mas devido a pandemia não pude fazer isso. Então uma maneira mais fácil e muito mais prática, que me deixaria ampliar muito mais o alcance do trabalho, foi criar o formulário.
 
3 A pandemia te influenciou para você desenvolver este trabalho?
 
Sem dúvidas. Há muitas pessoas a necessitar de um suporte deste gênero nos dias de hoje, pois a pandemia vem sendo uma sobrecarga para muitas pessoas! Então realmente penso que o Your Safe Space será de muita utilidade para as pessoas.
 
4 Os resultados já começaram a aparecer?
 
Já sim! Aos pouquinhos, mas já aparecem. Já recebi algumas respostas no formulário e fiquei muito contente em poder ajudar à aqueles que o precisavam.
 
5 Quais as dificuldades que você teve para criar seu projeto?
 
Sem duvidas a pandemia foi o que mais me dificultou, pois como eu disse, a minha primeira ideia era ter contato físico com as pessoas. Mas as circunstâncias não favoreceram e então tive que desenvolver uma outra forma de conseguir me comunicar com as pessoas.
 
6 Como você se sente em saber que poderá ajudar muitas pessoas com ele?
 
Fico muito feliz, pois eu sinto que preciso cuidar das pessoas a minha volta e só de pensar que eu posso ajudar muito uma pessoa através de um formulário, já me deixa muito contente e grata.
 
7 Qual o futuro que você vê para seu projeto? Pretende continua-lo após a matéria ter sido concluída?
 
Quero mantê-lo sim, sem dúvidas! Acredito que o projeto será de muita importância e de grande uso para muitos! Acho importante que as pessoas possam conhecer esta plataforma, pois muitos precisam e não sabem que existe.
 
8 Quer fazer seus agradecimentos?
 
Queria agradecer a minha mãe e ao meu pai, por me ajudarem a desenvolver este projeto.
Também gostaria de agradecer meu professor da disciplina, profº Norberto Amaral, por me incentivar e por oferecer todo o tipo de ajuda e suporte que eu precisava para o projeto.