9. jun, 2021

O sono ...

Costumo dormir muito bem e pensando sobre a importância do sono para quem pratica atividade física ou quer conquistar grandes resultados no treinamento,o sono é realmente fundamental.

Domir e acordar com a sensação plena de estar descansada para mais um dia de treino é fundamental.

Falei com meu parceiro de trabalho Paulo Penha ,ele é  formado como Psicólogo, Mestre em Distúrbios da Comunicação, Especialista em Fisiologia do Exercício, Especialista em Psicologia do Esporte e Especialista em Psicopedagogia , além de cursar o MBA Executivo em Gestão de Negócio.

Gerente de Saúde Esportiva na Psiccom Saúde Integral (PSICCOM), onde também atende clinicamente. Professor em cursos de pós-graduação e Palestrante. Coordenador do Grupo de Estudos em Ciências do Esporte (GECE). Integrante da Comissão de Psicologia do Esporte do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-08) e Membro Diretor da Associação de Psicologia do Esporte do Paraná (APEP).

Pedi que ele escrevesse um texto sobre o assunto e ele com carinho e dedicação entregou-me este texto.

Na verdade ele foi criado para adolescentes atletas ,mas pode ajudar a todas as pessoas de uma forma geral.

Espero que ele possa ajudar você também.

Aproveite e se precisar alguma dica, o Paulo deixou o contato dele ,fiquem à vontade se precisarem de mais informações. 

                                       DORMIR PARA VENCER

 

É isso mesmo, o sono, isso é dormir, é um dos caminhos, um dos requisitos essenciais  para se ter sucesso no esporte e vencer os desafios do dia-a-dia.  O sono é um tema muitas vezes negligenciado no contexto esportivo, visto parecer algo secundário, mas não é bem assim, ele se mostra de grande relevância e agora vamos entender um pouco melhor o porque.

O sono é uma necessidade biológica para recuperar as energias gastas durante o dia. A falta de qualidade de sono gera uma instabilidade no relógio biológico da pessoa, pois ela acordará com a sensação de cansaço, e sua produtividade durante o dia cairá, podendo gerar mal humor, baixa concentração, atenção e acesso a memória aumento da ansiedade e estresse, dificuldade de controlar o peso, inclusive aumentando o risco de lesões, esses aspectos e outros contribuem para diminuir o rendimento esportivo. (Miguel, 2019) e (Nahas, 2003)

Em pesquisas foram encontradas correlações expressivas entre a qualidade do descanso e repouso e os níveis de fadiga, e que estão proporcionalmente interligados, na hora que o descanso diminui a fadiga aumenta.  (Brandt, 2010). O tempo de reação de um atleta tem interferência por diversos fatores, entre eles o sono. O sono chega a ser considerado por muitos atletas como uma estratégia a ser utilizada para vencer. (Léger, 2008) e (Samulski e Noce, 2002)

O sono já é reconhecido por atletas de elite e treinadores como um componente de muita relevância para a regeneração dos atletas, sendo de extrema necessidade para um bom desempenho esportivo. (O’Toole, 2005)

Aos técnicos: Antes de fecharem uma avaliação de seus atletas investigar todas as variáveis possíveis, pois em muitos momentos o motivo de um baixo rendimento esportivo se deve simplesmente a baixa qualidade de sono, e no momento em que se auxilia esse atleta a se reorganizar e valorizar o momento do sono pode ser o suficiente para que o seu desempenho melhore.

Aos atletas: Verifiquem antes de dormir se estão tempo demais no celular por exemplo, ou se o seu quarto é silencioso ou tem muito barulho, se é muito quente ou frio, e até mesmo se os travesseiros e colchões estão confortáveis.

 

Fiquem atentos, e bons sonhos!!!

Um grande abraço, Paulo Penha!!!

Até a próxima!!!

Para qualquer dúvida, Paulo Penha está à disposição por meio do Whatsapp (41)99108-4243.