6. fev, 2020

Artrose no Quadril

A artrose de quadril é um desgaste progressivo da cartilagem que fica na articulação, causando pequenas formações ósseas ou “bicos de papagaio”.

Ela chega a estar presente em 10 a 20% da população acima de 60 anos. É mais comum em mulheres após os 45 anos, mas também se apresenta em homens até os 50 anos.

O seu principal sintoma é a dor contínua localizada na virilha, que pode irradiar para a parte interna da coxa e joelho. A perda de mobilidade, dificuldade de calçar meias, cortar unhas, lavar os pés e rigidez na articulação são os principais acometimentos.

Como consequência e na tentativa de diminuir os sintomas dolorosos, o paciente diminui suas atividades e passa a andar mancando, para evitar sobrecarga na perna com dor. Essas estratégias parecem ajudar no começo, mas contribuem para a piora do quadro, gerando enfraquecimento dos músculos da perna e glúteos, que são muito importantes e protegem a articulação do quadril.

📍COMO TRATAR?📍
A abordagem deve ser individualizada para cada paciente, grau e expectativas de atividade. A primeira opção seria o método conservador de medicamentos, fisioterapia e um tratamento de ganho de força nos músculos responsáveis pela estabilização do quadril.

O fortalecimento muscular vai evitar a progressão da artrose, diminuir o atrito e sobrecarga das áreas desgastadas. Tudo na tentativa de devolver o paciente para o seu ambiente de vida, da melhor forma possível.

A realização da cirurgia e colocação de prótese de quadril às vezes é inevitável, mas uma abordagem terapêutica de forma correta vai restaurar a função do quadril e redução de sintomas, devolvendo qualidade de vida e adiando a cirurgia.

Lembre-se: “Cuidar de você não é custo, é investimento!”

Renata Cysne
Fisioterapeuta
Crefito 175724-F

Balance - Postura e Saúde
Rua Capitão Souza Franco, 881
(41) 99138-3040