14. jun, 2019

Sob a cadeira extensora :

Vi comentários sobre a cadeira extensora se é bom ou não é pra quem sobre de condro.

Cada caso é um caso ,sempre falo isso ,então vou contar um pouco da minha experiência com ela depois da minha condro.

Na primeira etapa da minha lesão quando caí 3x na fase mais complicada ,primeiro eu fiz 5 meses de pilates pra fortalecer meu joelho,caso contrário seria impossível ir para a cadeira.

Quando meu médico me examinou e me liberou pra musculação ,eu deixei o pilates e fui procurar meu fisio que me atende até hoje.

No começo foi díficil,mas eu nunca desisti em minuto algum,fui lutando e vencendo dia a dia aumentando as barrinhas tempo a tempo e cheguei na quinta barra quando estou até hoje.

Então, cada um tem sua história,sua lesão e evolução.

A minha história é essa ,acredito que a cadeira esta aí para ajudar a todos que dela precisam,cada um no seu tempo , quem começar a usá-la recomendo prudência,paciência, dedicação,determinação que com certeza a vitória virá.

Vou utilizar a cadeira por um longo tempo ainda.

Meu joelho está muito forte ,estou há muito tempo sem saber o que é dor e uma das razões seja a cadeira.

Mas repito, não faça nada sem orientação do médico e do fisioterapeuta sem saber como está o grau da lesão e se está em condições de utilizá-la.