8. set, 2018

Pontos Importantes

Muito bem,descobri minha lesão do joelho direito com grau 4  em janeiro /14 em setembro todas as dores acabaram e nunca mais senti nada.

Meu medo maior sempre foi precisar fazer cirurgia de prótese então eu me dediquei de corpo e alma em cada segundo para jamais precisar passar por ela. 

Minha lesão do joelho direito apareceu em grau 1 com uma lesão mínima e em final de agosto começo de setembro não senti mais nada.

Sempre tive medo de fazer infiltração pela dor,efeitos colaterais sou alérgica a alguns medicamentos  e saber que muito possivelmente, teria que fazer de novo pois uma só não é suficiente.

Fiz a opção pessoal de fazer repouso em tempo integral,só saía de casa e do "molho" pra ir pra fisioterapia.

Comecei a fazer fisio pelo convênio e não deu certo por falta de profissionalismo da fisioterapeuta que disse que eu não voltaria para a esteira e hoje eu venci tudo. 

Em razão da instabilidade que eu tinha em nível elevado do joelho direito ,caí quatro vezes em casa,andava me segurando nas paredes pra não caír,foi aí que me indicaram o pilates ,foi ótimo! fiz durante cinco meses e resolveu o problema comecei em final de março e terminei em setembro.

Neste período usava joelheira com o buraco no meio,fui tirando a gradativamente,quando comecei a musculação e troquei de fisioterapeuta para este atualmente ,ele não é a favor dela,então não usei mais. 

Em setembro comecei a musculação/14  nunca mais parei: elíptico,bicicleta,esteira,adutor ,abdutor de coxa,cadeira extensora.

Senti uma evolução incrível em termos de fortalecimento com a musculação de janeiro para agora setembro este ano ,tanto é que postei minha última vitória pude subir e descer escada várias vezes sem sentir dor alguma.

Acupuntura: excelente me ajuda demais ,comecei em setembro de 2014 com o meu atual fisio que faz pra mim até hoje e a parte mais importante dela foi no tratamento da minha segunda lesão do joelho esquerdo e até agora faço pra me ajudar a relaxar quando estou agitada demais,no 220v como diz meu fisio.

O Gelo: Nunca jamais abandonei o gelo,sempre me ajudou demais ,fazia de forma intensiva 20 minutos várias vezes ao dia,calor jamais! 

A medicação: A primeira medicação que eu tomei pra tirar a dor uma ampola de cortisona, nunca mais. 

Salompas: usei duas vezes ,aliviou muito pouco ,o que realmente tirava a minha dor eram os aparelhos da fisio: tens e ultrassom. 

Tive um derrame articular muito complicado em abril /14 usei apenas 3 ampolas de antiinflamatórios.

Tomei Advil e não vi resultado algum.

O chá: não gosto de chá ,somente de frutas ,muitos dizem que o chá tem ajudado muitas pessoas espero que isso continue acontecendo.

Sono: Fundamental,é no período do sono que nosso corpo entra em recuperação,o hábito de dormir cedo (21:30) na fase crítica da lesão também ajudou demais.

Natação e Hidro: Fiz natação a vida toda e não aconselho duas coisas: Virada olímpica e nado peito,pernada por muito tempo.

Hidroginástica : Nunca fiz pode não ter impacto ,mas a água oferece resistência ao movimento e em caso grave pode piorar a lesão. 

Treinamento funcional: fiz dois meses ,não me adaptei.

Bom aí estão os pontos principais,espero ter ajudado meus amigos e lembrem-se.

Somos seres únicos e meu tratamento foi realmente diferenciado e eu cheguei a vencer tudo isso,então espero que eu ajude quem tem dúvidas com esses tópicos.

Caso seu médico diga a você coisas que possam te deixar pra baixo como "isso não tem cura,ou esqueça uma recuperação,abandone-o ninguém pode dizer que você não tem cura,uma fisio me disse isso e eu estou recuperada e dá vontade de ir lá pra ela ver que eu estou inteira e perfeitamente recuperada.

Não deixe o pessimismo  ser mais que você,você é que mais forte que ele e irá vencer como eu venci. 

Otimismo também faz parte do tratamento não esqueçam.

Abraço a todos e lembrem-se : Um dia de cada vez!