15. mai, 2018

Meu final de semana

E quando eu falo que meu trabalho tem tudo a ver com a minha recuperação.

Foi um final de semana que teve de tudo: caminha,escada,arquibancada,trabalhar em pé ,ir de um lado para o outro da quadra onde a equipe estava jogando.

Sábado fui a pé da minha casa até a faculdade onde eu me formei em educação física, para ir com a equipe pro ginásio do clube,trabalhei no jogo em pé ,sentada,correndo de um lado pro outro da quadra,sentada vendo o jogo no fundo da quadra.

Acabou o jogo,a equipe ganhou,fomos almoçar caminhando tipo 300 mts,voltamos para a van ,cheguei na faculdade ,andei mais o mesmo trecho que tinha feito na ida.

Cheguei em casa,descanso.

Domingo que foi o dia das mães ,fui e voltei de carro pro clube e pra casa na volta.

Cheguei cedo no clube,antes da equipe e esperando a chegada,fiquei sentada,elas chegaram fui acompanhar o aquecimento,jogo que teve cinco sets,indo e vindo novamente.

Assim foi e assim é meu trabalho,mas faço isso porque realmente estou muito bem! 

Cobrir uma equipe de base é assim:

É preciso muito amor pelo trabalho e no decorrer do tempo,já estou cobrindo esta equipe há um ano,então não tem como não criar vínculos de amizade com todos,os pais que acompanham meu trabalho,eu passando informações via Whats para os pais o tempo todo,do começo ao final do jogo,a cada dois ou três pontos.

A equipe mora muito longe daqui ,só as vejo quando chegam aqui e eu tenho o prazer e a felicidade de vê-las jogando ao vivo. 

E a vitória delas contra o Curitibano domingo foi só emoção,lindo demais!

Eu poder transmitir o jogo aos pais que estavam longe das filhas poder fazer o bem é maravilhoso ,não importa o que seja.  

Esta equipe só me dá alegrias,vê-las vencendo os jogos ,melhor ainda!

Emoção,Felicidade,reconhecimento ,um conjunto de sentimentos que com uma palavra só é definida: AMOR . 

Fortuna alguma pode pagar o que eu tenho trabalhando pela base. 

Posso dizer que já tive várias emoções e momentos maravilhosos na minha carreira ,mas este foi realmente indecifrável. 

Só eu sei o que eu vivi naquele domingo de manhã...