11. mar, 2016

Passeata

Domingo teremos passeata de protesto por todos os absurdos cometidos neste país.

Hoje conversei com meu terapeuta,eu não vou.

Em primeiro lugar estou muito bem demais,a minha saúde vale mais que tudo e qualquer coisa ,é nela que tenho que pensar a cada segundo.

Mesmo muito bem penso que o bom senso é algo fundamental pra mim.

Não cometer abusos é a regra número um para continuar muito bem e feliz fazendo tudo bem como eu tenho feito depois de tudo o que eu passei para chegar até aqui eu não irei colocar tudo a perder.

Por dois motivos:

Primeiro: não ficarei mais que uma hora em pé e para completar tenho um medo imenso que aconteça confusão,correria ou tumulto, quero e devo ficar muito longe disso tudo.

Tenho medo que me derrubem e ano passado eu já caí na rua,o tombo atingiu meu joelho lesionado e já foi um trabalho enorme pra cuidar fora a preocupação que tinha atingido algo dentro.

Portanto, o melhor que tenho a fazer é ficar em casa,sentada tranquila no meu sofá,assistindo pela tv a superliga de volei que é uma das competições que eu faço a cobertura para as minhas páginas de trabalho e depois fazer o lance a lance do jogo do J.Malucelli x Coritiba no meu face para todos aqueles que me acompanham.

Será muito melhor pra mim ,estarei em segurança em casa,tranquila ,fazendo meu trabalho.